Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
Palmeiras vence o Galo, com golaço de Diego Souza, e segue na briga pelo título
 
Domingo, 29 de Novembro de 2009  
 
Time paulista faz o placar de 3 a 1 no primeiro tempo, sobe para o terceiro lugar e acaba com as chances do adversário de ir para a Libertadores

As esperanças palmeirenses de conquistar o título do Campeonato Brasileiro foram reativadas na tarde deste domingo. No último encontro com a sua torcida na temporada, o time venceu o Atlético-MG por 3 a 1 e derrubou um concorrente na briga por uma vaga na Taça Libertadores de 2010. É o terceiro colocado, com 62 pontos, dois atrás do líder Flamengo. O Internacional também soma 62, mas tem maior número de vitórias (18 contra 17).

Quem foi ao Palestra Itália ainda viu uma obra-prima de Diego Souza, que aproveitou um bola interceptada por Carini e marcou quase do meio-campo. Cleiton Xavier e Vagner Love também marcaram, com Diego Tardelli fazendo para os visitantes.

Na próxima rodada, a última da competição, o Palmeiras terá uma verdadeira decisão contra o Botafogo, no Rio de Janeiro. Sem qualquer pretensão, o Atlético-MG se despedirá da sua torcida contra o Corinthians, em Belo Horizonte. Todos os jogos serão às 17h de domingo.

Palmeiras eletrizante

O mosaico feito pela torcida palmeirense, formando a palavra “vergonha”, parece ter mexido com o brio dos jogadores. Tanto que logo no primeiro giro do ponteiro com a bola rolando, o Alviverde já abria o placar. Cleiton Xavier, que voltou a jogar depois de pouco mais de um mês parado por conta de uma lesão, recebeu bom cruzamento de Deyvid Sacconi e não deixou a oportunidade passar: 1 a 0.

Apesar do gol cedo, o Atlético-MG não se intimidou e assustou aos quatro minutos, quando Carlos Alberto quase marcou, depois de passe de Tardelli. O empate veio aos 12, com o artilheiro atleticano. Aproveitando lançamento preciso de Eder Luis, ele venceu com certa facilidade o goleiro Marcos para fazer 1 a 1. O gol pareceu um balde de água fria nos ânimos dos palmeirenses, que passaram a ficar apreensivos.

A tensão, porém, durou quatro minutos. Diego Souza tentou lançar Vagner Love, que perdeu a dividida para o goleiro Carini. Mas o arqueiro atleticano não contava que seu desvio fosse cair novamente nos pés de Diego. Preciso, seco e frio. Assim foi o chute do camisa 7 alviverde, do meio-campo, deixando aos defensores mineiros somente a torcida para que a bola não entrasse. Pois ela entrou e o Palmeiras abriu 2 a 1.

- Foi um gol bonito - limitou-se a dizer Diego Souza, na saída para o intervalo.

Mesmo com o placar desfavorável, o Atlético-MG não se acanhou. Sempre com Tardelli e Eder Luis, os mineiros buscaram a todo custo o empate. Aos 20, o camisa 9 alvinegro quase conseguiu, chutando no cantinho direito da meta palmeirense. Mas a bola foi defendida por Marcos.

A torcida palmeirense, que já havia comemorado os dois gols do Goiás sobre o São Paulo, ainda teve tempo para celebrar mais um do seu time. Contestado pelos torcedores nos últimos dias pela fama de baladeiro, Vagner Love encerrou um jejum de cinco jogos sem gol. Recebeu de Sacconi e foi preciso na conclusão, fazendo 3 a 1 e buscando a paz com a arquibancada. Beijou escudo, fez coração com as mãos e foi abraçado pelos companheiros.

Palmeiras cozinha o Galo

Na segunda etapa, o jogo ficou mais morno para as duas equipes. Enquanto o Palmeiras tentava administrar o placar, o Atlético-MG buscava diminuir a diferença, sempre com Tardelli. Mas foi o Alviverde que arriscou primeiro, com Vagner Love, aos 11 minutos. Ele recebeu lançamento de longa distância, aproveitou a bobeira de Thiago Feltri e cruzou rasteiro para a área. Nenhum palmeirense se apresentou para arriscar o chute.

Tentando controlar mais o meio-campo, Celso Roth optou pela entrada de Ricardinho e Correa nas vagas de Márcio Araújo e Eder Luis. Mas o Atlético-MG seguia com pouca posse de bola no setor, e o time só levava perigo quando Tardelli voltava para buscar jogo.

O jogo seguia com domínio maior do Palmeiras, que controlou o ímpeto do Galo. Em dados momentos, a torcida ficava quieta no Palestra, só assistindo ao jogo. Reclamava vez ou outra da marcação de uma falta ou quando Muricy Ramalho chamou o zagueiro Marcão para substituir Maurício Ramos, que voltava de uma lesão depois de dois meses. E vibrou quando o Goiás ampliou a conta sobre o São Paulo, arquirrival na briga pelo título brasileiro.

Com 3 a 1, a despedida palmeirense do seu estádio estava encerrada e de bem com a torcida. O Atlético-MG, por sua vez, encerrou seu sonho de disputar a Taça Libertadores de 2010. E o torcedor alviverde festejou o seu resultado e a desgraça alheia com o São Paulo.

Ainda houve tempo para Carlos Alberto ser expulso depois de entrada forte em Wendel, já aos 46 minutos. A conta atleticana estava encerrada no ano, enquanto os palmeirenses terminavam a rodada revigorados.

Ficha Técnica:

PALMEIRAS - Marcos; Figueroa, Maurício Ramos (Marcão), Danilo e Wendel; Sandro Silva, Edmílson, Deyvid Sacconi e Cleiton Xavier (Souza); Diego Souza (Oritgoza) e Vagner Love. Técnico: Muricy Ramalho.

ATLÉTICO-MG - Carini; Carlos Alberto, Werley. Benitez e Thiago Feltri (Rentería); Jonilson, Márcio Araujo (Ricardinho), Renan e Evandro; Éder Luis (Corrêa) e Diego Tardelli. Técnico: Celso Roth.

Gols: Cleiton Xavier, a 1min, Diego Tardelli, aos 12min, Diego Souza, aos 16min, e Vagner Love, aos 45min do primeiro tempo.

Cartões amarelos: Carlos Alberto, Thiago Feltri e Evandro (Atlético-MG). Cartão vermelho: Carlos Alberto (Atlético-MG).

Estádio: Palestra Itália. Data: 29/11/2009. Árbitro: Sandro Meira Ricci. Auxiliares: Erich Bandeira e Enio Ferreira de Carvalho. Público: 25.462 pagantes. Renda: R$ 583.961,24.


g1


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.