Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
De virada, São Paulo perde jogo, liderança e vê o heptacampeonato ficar mais longe
 
Domingo, 29 de Novembro de 2009  
 
Tricolor sai na frente, mas permite a virada do Goiás no Serra Dourada. Para ser campeão, a equipe precisa de derrotas de Fla, Verdão e Inter

O heptacampeonato nacional está mais distante do São Paulo. Líder até a penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, o Tricolor perdeu a segunda partida consecutiva ao ser batido por 4 a 2, de virada, pelo Goiás, em um emocionante jogo na tarde deste domingo, no estádio Serra Dourada. Agora, depende de derrotas do novo líder, Flamengo; do vice, Palmeiras; e do terceiro colocado,  Internacional, no próximo fim de semana, para conquistar o quarto título nacional consecutivo. Washington abriu o placar (o atacante fez também o segundo), mas Vítor, Rithelly, Fernandão e Léo Lima viraram para os esmeraldinos.

Com o novo tropeço (havia perdido para o Botafogo), o São Paulo permaneceu com 62 pontos, mas caiu da primeira para a quarta colocação. Rubro-Negro, Verdão e Colorado venceram Corinthians, Atlético-MG e Sport, respectivamente, e voltaram a subir na tabela. Já o Goiás, que chegou a sonhar com o título, chegou aos 54 pontos, ocupando a nona colocação.

Na 38º e última rodada do Brasileirão, no próximo domingo, todos os jogos serão disputados às 17h. O São Paulo recebe o Sport, no Morumbi, enquanto o Flamengo encara o Grêmio, no Maracanã, e o Palmeiras visita o Botafogo, no Engenhão. O Goiás fecha a competição diante do Vitória, no Barradão.

Em ampla maioria nas arquibancadas, o São Paulo dominou também o início do jogo. Mesmo tendo apenas Washington no ataque, o Tricolor encontrou na movimentação de Jorge Wagner e Hugo uma ótima opção para confundir o trio de zagueiros do Goiás. Com toques rápidos, os paulistas não demoraram a criar boas oportunidades.

Logo aos quatro minutos, o Coração Valente recebeu de costas e, como um pivô, ajeitou para Jorge Wagner cruzar pela esquerda. Hugo, livre de marcação, chegou atrasado. Aos oito, ele voltou a dar trabalho, ajeitando na área para Hernanes pegar de primeira e jogar a bola por cima da meta, assustando o goleiro Harlei.

O primeiro gol veio aos 15 minutos. Após cobrança de falta de Hernanes, Jorge Wagner desviou de cabeça, Harlei fez linda defesa no canto esquerdo, mas Washington pegou o rebote e colocou o Tricolor em vantagem.

Superior em campo, o São Paulo poderia ter até ampliado logo em seguida. Entretanto, o Goiás, que pouco havia produzido, chegou ao empate aos 21. Após cruzamento, o lateral-direito Vítor pegou o rebote, passou pela marcação e, de pé esquerdo, acertou o ângulo de Rogério Ceni. Um golaço.

O São Paulo sentiu o impacto, mas aos poucos a equipe voltou a ter em Jorge Wagner o seu principal articulador, já que Hernanes pouco perigo ofereceu ao adversário. Quando estava melhor novamente, o Tricolor sofreu a virada. Aos 37, Rithelly invadiu a área, depois de passe de Iarley para Léo Lima, passou pela marcação e tocou na saída do goleiro.

No segundo tempo, o técnico Ricardo Gomes optou por não fazer alterações no São Paulo. A expectativa de uma melhora no rendimento, porém, não aconteceu. Hernanes continuou sonolente e prejudicando a armação, e na primeira jogada de perigo foi Arouca quem arrancou e tocou para Washington. O centroavante tentou driblar Ernando na área e foi desarmado, reclamando muito de um toque de mão do adversário. Heber Roberto Lopes nada marcou.

Jogando nos contra-ataques, o Goiás chegou ao terceiro gol aos 21 minutos. Vítor disparou pelo lado direito, levou a bola à linha de fundo e cruzou. Fernandão apareceu na segunda trave, por trás da zaga, e cabeceou forte, sem chances para Rogério Ceni.

Muito nervoso à beira do campo, Ricardo Gomes sacou o zagueiro Rodrigo e colocou o meia Marlos para dar mais poder ao setor ofensivo. Aos 25, o Tricolor descontou. Rafael Tolói errou na saída e perdeu a bola para Hugo, que lancou para Washington driblar Harlei e tocar para o gol: 3 a 2.

A explosão e a esperança da torcida, contudo, não demoraram a acabar. No minuto seguinte, Léo Lima marcou o quarto dos donos da casa. O meia recebeu na intermediária, passou pela marcação de dois e bateu com estilo, acertando o canto esquerdo de Rogério Ceni.

Mais uma vez, o São Paulo partiu para o desespero. Oscar entrou no lugar de Jorge Wagner, mas não apareceu com destaque. Assim, coube a Washington brigar sozinho contra a defesa goiana. Jean também apareceu com jogadas em velocidade, porém, sempre pecando nos passes finais ou nas finalizações.

Aos 42, Washington desviou de cabeça quase na pequena área, e Harlei fez linda defesa. Nos minutos finais, o São Paulo diminuiu o ritmo e pouco apertou, enquanto a torcida do Goiás comemorava o segundo gol do Flamengo sobre o Corinthians, em Campinas, resultado que ajudou a tirar da taça de campeão brasileiro as mãos do Tricolor. Agora não basta apenas vencer, é preciso secar nada menos que três adversários.

FICHA TÉCNICA:

GÓIAS - Harlei, Rafael Tolói, Ernando e Leandro Euzébio; Vitor, Fernando, Rithelly (Amaral), Léo Lima e Douglas (Júlio César); Iarley e Fernandão (Romerito) - Técnico: Hélio dos Anjos

SÃO PAULO - Rogério Ceni, Renato Silva, André Dias e Rodrigo (Marlos); Jean, Arouca (Henrique), Hernanes, Jorge Wagner (Oscar) e Junior Cesar; Hugo e Washington - Técnico: Ricardo Gomes

Gols: Washington, aos 15, Vítor, aos 21, e Rithelly, aos 37 minutos do primeiro tempo; Fernandão, aos 21, Washington, aos 25, e Léo Lima, aos 26 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Fernando, Rithelly, Douglas e Iarley (Goiás); Hugo (São Paulo)

Estádio: Serra Dourada, em Goiânia Data: 29/11/2009 Árbitro: Heber Roberto Lopes Auxiliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Roberto Braatz (RJ) Público: 28.574 pagantes Renda: 1.185.865

 

g1


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.