Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
Matrículas em creches crescem 6% em um ano
 
Quinta, 24 de Setembro de 2009  
 

As matrículas em creche registraram um aumento de 6% entre 2008 e 2009, segundo os dados do censo escolar divulgados hoje pelo Ministério da Educação. As informações ainda são preliminares e podem ser corrigidas por estados e prefeituras, mas em comparação ao ano anterior o número de crianças que frequentavam essa etapa de ensino subiu de 1.751.736 para 1.860.872.

Entretanto, nas outras etapas da educação básica (pré-escola, ensino fundamental e médio), verificou-se queda no número de alunos. A maior redução foi na pré-escola (3%). As matrículas passaram de 4.967.525 para 4.809.620.

Na avaliação do ministro da Educação Fernando Haddad, essa queda é efeito do novo ensino fundamental de nove anos. Como agora o ingresso das crianças no ensino fundamental se dá aos seis e não mais aos sete anos, há uma migração de matrículas da pré-escola para a etapa seguinte.

Na educação de jovens e adultos, a redução foi ainda maior. O número de estudantes que frequentavam essa modalidade de ensino passou de 4.945.424 para 4577.517 (-7,4%).

O censo mostra ainda uma pequena queda no número de alunos no ensino fundamental de 32.086.700 para 31.490.955 (-1,8%). O ensino médio também registrou um decréscimo as matrículas entre 2008 e 2009, passando de 8.366.100 para 8.280.875 (1,1%).

Conforme explicou Haddad, essa redução não significa que menos crianças estão na escola, já que a taxa de atendimento educacional verificada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) cresce a cada ano. Uma das explicações para essas reduções é demográfica: há uma queda no número de nascimentos no país.

Estados e prefeituras têm agora 30 dias para pedir correções nos dados do censo. É a partir do número de matrículas que calculam-se os valores a serem repassados ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) para as redes estaduais e municipais.

 

ABr


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.