Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
Novas medidas sobre a gripe A (H1N1) são definidas pela Sesab
 
Quarta, 05 de Agosto de 2009  
 

Pelo menos um técnico em cada unidade de saúde da rede própria da Sesab – Secretaria da Saúde do Estado da Bahia – será treinado para coletar material de pacientes com suspeita da influenza A (H1N1), a gripe suína. Esse mesmo funcionário também se encarregará da necessária articulação com o Lacen, Laboratório Central de Saúde Pública Professor Gonçalo Muniz, responsável pela recepção do material e seu encaminhamento ao laboratório da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Rio de Janeiro, referência para a Bahia nos exames para detecção da nova cepa do vírus H1N1.

Essa e outras medidas foram definidas em reunião ocorrida hoje (5), entre a direção da Gestão da Rede Própria e diretores das unidades de emergência, maternidade e hospitais da Sesab. Entre elas, consta a maior divulgação interna sobre ações preventivas, como a higienização das mãos e a chamada “etiqueta da tosse”, orientando os profissionais dessas unidades e mesmo os pacientes e acompanhantes sobre como cuidar de si e dos outros adotando medidas simples, porém eficientes, para evitar a propagação do vírus da gripe, seja a gripe sazonal (gripe comum) ou a do tipo A (H1N1), mais conhecida como gripe suína.

Durante a reunião, presidida pelo superintendente de Atenção Integral à Saúde, Alfredo Boa Sorte, e o diretor de Gestão da Rede Própria, Renan Araújo, os participantes ouviram as informações do coordenador da Cevesp – Coordenação Estadual de Vigilância às Emergências em Saúde Pública , Juarez Dias. Ele falou sobre as características da nova gripe, descrevendo os principais sintomas, e das normas para a administração do medicamento à base da substância Oseltamivir, único indicado para tratamento nos casos graves ou com risco de agravamento da nova gripe.

Os gestores também foram instruídos a atender os pacientes com sintomas de gripe em suas próprias unidades, encaminhando-os para o Hospital Especializado Octávio Mangabeira, referência para o tratamento de doenças respiratórias, somente nos casos em que os pacientes apresentem sintomas bem evidentes da gripe A ou nos casos com gravidade. “Na terça-feira, dia 11, vamos promover um momento específico com as maternidades, para aprofundar o assunto, em busca de um protocolo próprio para gestantes, que é um grupo de risco. Deverá acontecer na Maternidade Tsylla Balbino”, informou Renan Araújo.

Situação atual

Pelos dados mais recentes divulgados hoje (5) pela Cevesp, na Bahia, desde a primeira notificação de caso suspeito de influenza A (H1N1), em 24 de abril deste ano, foram considerados suspeitos 324 casos, com 55 confirmados, 58 descartados, 211 em investigação e 1 óbito confirmado laboratorialmente. Dos casos confirmados, 50,9% eram do sexo masculino. A idade média dos casos confirmados é de 27 anos, variando de 3 a 55 anos. A maioria (76%) era residente em Salvador e os demais, residentes nas cidades de Cachoeira (3), Lauro de Freitas (2), Ilhéus (2) e 1 nas cidades de Porto Seguro, Guanambi, Camaçari e Feira de Santana, além da cidade de Maceió (Alagoas) e Montevidéu (Uruguai).

A Argentina foi o possível local de contaminação para 76% dos casos confirmados (42), seguido pelo Chile (7), Estados Unidos (2), Uruguai e Brasil (Rio Grande do Sul). Para o paciente que foi a óbito, a contaminação ocorreu possivelmente em Salvador, uma vez que o mesmo não se deslocou para outras localidades, mas, até o momento, não foi possível estabelecer vínculo epidemiológico com nenhum caso suspeito ou confirmado.

Ascom Sesab


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.