Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
Lewis Hamilton vence o GP da Hungria e encerra jejum de dez provas
 
Domingo, 26 de Julho de 2009  
 
Inglês, atual campeão da Fórmula 1, não chegava em primeiro desde o GP da China de 2007. Rubens Barrichello é o melhor brasileiro, em décimo

Com um ritmo consistente, Lewis Hamilton venceu sua primeira corrida na temporada 2009 da Fórmula 1 neste domingo, no GP da Hungria. O inglês da McLaren assumiu a ponta após o problema de Fernando Alonso, da Renault, logo após o primeiro pit stop, quando a roda dianteira direita do espanhol voou em plena pista por causa de uma porca mal-fixada.

Kimi Raikkonen, da Ferrari, chegou em segundo, após ganhar a posição de Mark Webber, da RBR, também na primeira parada. O australiano chegou em terceiro e assumiu a vice-liderança do Mundial de Pilotos. Líder, Jenson Button foi apenas o sétimo com a Brawn GP e teve sua vantagem reduzida para 18,5 pontos. Nico Rosberg, da Williams, chegou em quarto, seguido pelo finlandês Heikki Kovalainen, da McLaren.

Timo Glock, da Toyota, apostou em paradas mais tardias e conseguiu a sexta posição em Hungaroring. Jarno Trulli, seu companheiro de equipe, também ganhou boas posições e fechou a zona de pontuação. Rubens Barrichello, da Brawn GP, que largou em 13º, chegou apenas em décimo e não pontuou.

Hamilton assume ponta após problema de Fernando Alonso

Na largada, Fernando Alonso, mais leve que seus rivais, conseguiu manter a liderança. Logo atrás, uma confusão: Lewis Hamilton e Kimi Raikkonen, que têm o Kers, saltaram rapidamente, enquanto Sebastian Vettel demorou a reagir. O finlandês da Ferrari espremeu duas vezes o alemão da RBR, que chegou a ter um leve dano em sua asa dianteira e caiu para a sétima posição. Kimi subiu para quinto e Hamilton ficou em terceiro, logo atrás de Mark Webber.

Mais atrás, Nelsinho Piquet subia para a 11ª posição, enquanto as duas Brawns caíam bastante. Jenson Button caiu para nono, mas recuperou o posto ainda na primeira volta, ao ultrapassar Kazuki Nakajima. Já Rubens Barrichello, que saía em 12º, caiu para 18º. Com o tanque cheio e o carro mais pesado da pista, o brasileiro teve toda sua estratégia de corrida já comprometida na largada.

Na segunda volta, o primeiro abandono: Adrian Sutil, da Force India, retornou aos boxes e teve seu carro recolhido pelos mecânicos. Alonso, com pista livre, continuava a andar rápido e abrir vantagem para Webber, o segundo colocado. Na quinta volta, Hamilton se aproveitou novamente do Kers e ultrapassou o australiano da RBR para assegurar a segunda posição.

Após passar por Webber, Hamilton começou a reduzir a vantagem de Alonso, que sofria com o desgaste excessivo de seus pneus traseiros. Mais leve, o espanhol da Renault foi o primeiro a fazer seu pit stop, na 12ª volta. Mas um erro do mecânico responsável pela roda dianteira direita não afixou bem a porca e o piloto teve problemas na volta à pista. Primeiro, sua calota voou. Depois, foi a vez da própria roda, que ficou quicando na grama durante alguns segundos. Ele se arrastou para os boxes, onde trocou os pneus, mas abandonou a prova na volta seguinte.

A primeira rodada de pit stops teve um momento interessante na briga pela segunda posição. Mark Webber e Kimi Raikkonen entraram nos boxes simultaneamente, mas a RBR demorou muito com o australiano e o liberou em cima do finlandês da Ferrari. Webber teve de recolher para evitar um acidente e perdeu a posição para o rival nos boxes. Na pista, o piloto da RBR começou a perder rendimento e terreno para Heikki Kovalainen, da McLaren. O finlandês, mais rápido, começou a reduzir a desvantagem.

Na 27ª volta, pelo rádio, Sebastian Vettel começou a reclamar de seu carro. O alemão disse que não conseguia mais controlá-lo e começou a perder posições na pista. Ele entrou nos boxes e a RBR trocou seu bico, além de fazer uma checagem de segurança nos braços das suspensões dianteiras do carro. Autorizado a voltar à pista, ele deu mais três voltas, retornou ao pit e abandonou a corrida.

Rubens Barrichello foi o último a parar na primeira rodada, na 34ª volta. Com os pit stops dos ponteiros, ele chegou a estar em sexto, mas após a entrada nos boxes, ele voltou a ser o 13º colocado. Nelsinho Piquet lucrou após as paradas e subiu para a nona posição, bem próximo de Jenson Button, da Brawn, que estava em oitavo.

Heikki Kovalainen foi o primeiro a parar na segunda rodada de pit stops, na 44ª volta. Duas depois, foi a vez do líder Lewis Hamilton entrar nos boxes. Ele voltou à pista na primeira posição, com muita folga para o segundo colocado, Mark Webber, que ainda não tinha feito sua segunda parada. Apesar da demora em seu pit stop, Kimi Raikkonen conseguiu recuperar a segunda posição após o pit stop do australiano. Ele voltou em terceiro, logo à frente de Nico Rosberg, da Williams.

globoesporte.com / Foto: AFP


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.