Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
Daniel Alves salva o Brasil diante da África do Sul
 
Quinta, 25 de Junho de 2009  
 

Seleção brasileira chegou a ser dominada em alguns momentos do jogo, mas um gol de falta do lateral-direito do Barcelona valeu a vaga na final

O Brasil sofreu, mas garantiu vaga na final da Copa das Confederações. Valente, a África do Sul conseguiu se segurar até os 41 minutos do segundo tempo, quando Daniel Alves cobrou falta com perfeição, acertou o ângulo do goleiro Kuhne e definiu o placar.

Contra um adversário mais fechado que os anteriores, o Brasil teve muita dificuldade para criar. Arriscou alguns chutes de longe, contou com duas jogadas individuais de Kaká e quase não viu Robinho e Luís Fabiano em campo. No final, brilhou a estrela de Dunga, e o jogador que ele colocou em campo para tentar mudar a partida cumpriu a missão.

Agora, o Brasil enfrenta os Estados Unidos no domingo, às 15h30 (de Brasília), na decisão da Copa das Confederações. Mais cedo, às 10h, a África do Sul, do técnico brasileiro Joel Santana, joga pela terceira posição contra a Espanha.

O Brasil teve dificuldades e foi pressionado em boa parte do primeiro tempo. A África do Sul não se limitou a defender e incomodou bastante o goleiro Júlio César. Os chutes de longe foram a maior arma do time da casa. Primeiro com Gaxa, que bateu cruzado para fora. Depois com Tshabalala, em cobrança de falta que Júlio César defendeu. E por fim com Pienaar, que tirou tinta da trave brasileira.

Mesmo perdida nos minutos iniciais, a seleção brasileira também teve algumas chances de marcar. Ramires e André Santos, ambos em chutes da entrada da área, exigiram boas defesas do goleiro Khune.

A África do Sul ainda chegou mais uma vez, em cobrança de falta da intermediária. E foi a melhor oportunidade do primeiro tempo. A bola foi erguida na área, Mokoena apareceu livre no segundo pau e cabeceou por cima.

Apagado até então, Kaká criou as melhores oportunidades do Brasil no final da etapa inicial. Na primeira, fez jogada individual pela esquerda e bateu colocado da entrada da área. A bola passou rente ao travessão. Mais tarde, ele avançou pela direita, invadiu a área e chutou cruzado para mais uma boa intervenção de Khune.

A África do Sul voltou animada do vestiário e quase abriu o placar. Modise bateu da entrada da área, a bola desviou em Lúcio e quase entrou. Pêgo no contrapé, Júlio César se recuperou a tempo e mandou para escanteio com a pontinha dos dedos.

O susto despertou o Brasil, que melhorou no jogo e pressionou a África do Sul em seu campo de defesa. Ao mesmo tempo, o time da casa fortaleceu o bloqueio na entrada da área e dificultou bastante as ações ofensivas da equipe brasileira.

Aos 41 minutos, quando o jogo se encaminhava para o empate, brilharam as estrelas de Dunga e Daniel Alves. Numa de suas primeiras participações na partida, o lateral, que havia entrado no lugar de Maicon, teve uma falta para cobrar da entrada da área. Joel Santana levou as mãos á cabeça, prevendo o que vinha pela frente. E acertou. Daniel Alves cobrou a falta com perfeição, acertou o ângulo esquerdo de Kuhne e marcou um belo gol.

O Brasil ainda teve a chance de matar o jogo aos 45 minutos, quando Luís Fabiano ficou cara a cara com Kuhne. Mas o atacante, que briga pela artilharia da competição, chutou em cima do goleiro sul-africano. No final, o gol não fez falta, e o Brasil garantiu o direito de enfrentar os Estados Unidos na grande decisão.

FICHA TÉCNICA - BRASIL 1 X 0 ÁFRICA DO SUL

Local: Estádio Ellis Park, em Joanesburgo (África do Sul)
Data: 25 de junho de 2009, quinta-feira
Horário: 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Massimo Busacca (Suíça)
Assistentes: Matthias Arnet e Francesco Buragina (ambos da Suíça)
Cartões amarelos: Felipe Melo, André Santos e Daniel Alves (Brasil); Masilela (África do Sul)
Gol:
BRASIL: Daniel Alves, aos 41 minutos do segundo tempo

BRASIL: Júlio César; Maicon, Lúcio, Luisão e André Santos (Daniel Alves); Gilberto Silva, Felipe Melo, Ramires e Kaká; Robinho e Luís Fabiano (Kléberson)
Técnico: Dunga

ÁFRICA DO SUL: Khune; Gaxa, Mokoena, Booth e Masilela; Dikgacoi, Mhlongo, Pienaar e Tshabalala (Mphela); Modise (Mashego) e Parker
Técnico: Joel Santana


ig - AP


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.