Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
Cruzeiro vence e deixa Grêmio em situação delicada na Libertadores
 
Quinta, 25 de Junho de 2009  
 

Tricolor perdeu boas chances no início do jogo, foi dominado depois disso e só sobreviveu graças a um gol de falta de Souza aos 33 do segundo tempo

O Cruzeiro deu um grande passo rumo à final da Libertadores ao vencer o Grêmio por 3 a 1, na noite desta quarta-feira, no Mineirão. A partida de volta acontece no dia 2 de julho, no estádio Olímpico, e o Tricolor gaúcho precisa vencer por 2 a 0 ou por mais de dois gols de diferença. Se der Grêmio por 3 a 1, a decisão será nos pênaltis.

Como aconteceu em toda a Libertadores, o Grêmio pagou caro pela péssima pontaria de seus atacantes. O time perdeu duas oportunidades excelentes no primeiro tempo, saiu atrás do placar e chegou a ver a vaga perdida quando o Cruzeiro fez 3 a 0. No final, quando o domínio era total dos mineiros, Souza marcou de falta e manteve os gaúchos vivos.

O adversário do time brasileiro sai do duelo entre o Estudiantes, da Argentina, e o Nacional, do Uruguai. O jogo de ida acontece nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), em Buenos Aires.

Acusação de racismo

A equipe do Grêmio foi impedida de deixar o estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, depois da partida semifinal entre o Tricolor gaúcho e o Cruzeiro, na madrugada desta quinta-feira. O fato ocorreu depois de uma discussão entre o argentino Maxi López, do Grêmio,  e Elicarlos, do Cruzeiro, na qual o atacante supostamente teria chamado o zagueiro de “macaco”, numa clara atitude de racismo.

A primeira parte do imbróglio envolvendo os jogadores Maxi López, do Grêmio, e Elicarlos, do Cruzeiro, terminou por volta das 2 horas da madrugada desta quinta-feira. Após muito tumulto envolvendo a delegação gremista, os gaúchos retornaram ao hotel.

O cruzeirense prestou queixa contra o atacante argentino dizendo que teria sido chamado de "macaco" no primeiro tempo da partida válida pela semifinal da Libertadores.

Após o jogo, a confusão aumentou. Os dirigentes do Grêmio tentaram que López não tivesse que depor na delegacia do estádio Mineirão. Após muito relutarem, os gremistas cederam. O atacante levou todos os seus companheiros de time, que não precisaram depor.

"Os dois apresentaram suas versões. O Maxi López disse que teve uma discussão normal do futebol. Ele disse que não tem condições de fazer declarações tão veementes em português. Por enquanto temos a versão de um contra a versão do outro", relatou o delegado Daniel Barcelos, que ao lado da delegada Roseli Neves colheram os depoimentos.

Os jogadores prestaram seus depoimentos separadamente. Não foi feita uma acareação entre eles.

Os dois atletas deixaram a sala sem conceder entrevistas. Ele estavam acompanhados por vários seguranças, que impediram a aproximação da imprensa. Dentro da delegacia, o técnico Paulo Autuori chegou a ter recebido voz de prisão.

"Foi. Acho que sim. Não sei por quê. De repente eu sou um vagabundo, um criminoso. Está tudo resolvido", comentou o treinador.

Agora, será instaurado um inquérito para investigar a acusação feita por Elicarlos. López foi liberado e poderá voltar para Porto Alegre normalmente.

O primeiro tempo foi bastante movimentado, com as duas equipes em busca do gol. O Grêmio se fechou um pouco mais, mas aproveitou bem os espaços que teve e criou as melhores oportunidades de marcar. Só não conseguiu graças aos erros de seus atacantes.

Na primeira grande oportunidade gremista, Maxi López fez a jogada pela esquerda e cruzou. Alex Mineiro, completamente livre na párea, furou feio na hora da conclusão e perdeu chance clara de abrir o placar

O Cruzeiro, que teve mais posse de bola nos 45 minutos iniciais, chegou com perigo aos 8 minutos. Wellington Paulista dominou na área, prendeu os marcadores e rolou para trás. Johnatan apareceu livre na área, de frente para o gol, mas chutou em cima de Marcelo Grohe

Mas o lance mais incrível do primeiro tempo aconteceu aos 22 minutos. Maxi López aproveitou o erro de Thiago Heleno na saída e roubou a bola na entrada da área. O argentino teve calma para cortar Leonardo Silva e ficou sozinho na cara de Fábio, mas caprichou demais na conclusão. A bola triscou a trave e foi para fora.

Depois de tantos erros, os gremistas foram castigados aos 38 minutos. Kléber caiu pela direita e fez cruzamento preciso. Wellington Paulista subiu livre entre os zagueiros e cabeceou para o fundo do gol.

O Cruzeiro voltou do vestiário disposto a decidir o jogo e ampliou a vantagem logo na primeira chance. Wagner arriscou da entrada da área, a bola desviou em Tcheco e enganou o goleiro Marcelo Grohe.

O gol forçou o Grêmio a aumentar a pressão no ataque e facilitou a vida do Cruzeiro, que passou a jogar nos contra-ataques. E foi após uma jogada veloz que o time mineiro conseguiu um escanteio aos 22 minutos. Após a cobrança, bola erguida na área do Grêmio, cabeçada de Fabinho e o terceiro gol cruzeirense.

Aí, uma situação curiosa. Sentindo uma contusão, o árbitro Enrique Osses pediu substituição e deu lugar a Jorge Osório, o quarto árbitro. Parece que a mudança deu sorte ao Grêmio, que marcou seu primeiro gol logo a seguir. Souza cobrou falta com perfeição e descontou, mantendo o Grêmio com chances para o jogo em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA - CRUZEIRO 3 X 1 GRÊMIO

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 24 de junho de 2009, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Enrique Osses (Chile), substituído por Jorge Osorio (Chile))
Assistentes: Cristian Julio e Osvaldo Talamilla (ambos do Chile)
Cartões amarelos: Elicarlos (Cruzeiro); Tcheco, Marcelo Grohe (Grêmio)
Gols: CRUZEIRO: Wellington Paulista, aos 37 minutos do primeiro tempo; Wagner, a um, Fabinho, aos 21 minutos do segundo tempo; GRÊMIO: Souza, aos 33 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO: Fábio; Jonathan, Thiago Heleno, Leonardo Silva e Marquinhos Paraná; Henrique, Elicarlos (Jancarlos), Fabinho e Wagner (Bernardo); Kléber e Wellington Paulista
Técnico: Adilson Batista

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Thiego, Léo, Réver e Fábio Santos; Adilson, Túlio, Tcheco e Souza; Alex Mineiro (Herrera) e Maxi López
Técnico: Paulo Autuori

ig - Foto: Vipcomm


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.