Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
TCM multa ex-prefeito de Jequié em R$ 5 mil
 
Quarta, 27 de Maio de 2009  
 

Em sessão realizada nesta terça-feira (26/05), o Tribunal de Contas dos Municípios votou pela procedência da denúncia relatada no termo de ocorrência contra o ex-prefeito de Jequié Reinaldo Moura Pinheiro, referente ao exercício de 2007. O TCM imputou ao ex-gestor multa de R$ 5 mil pela irregularidade cometida.

O termo de ocorrência foi lavrado pela 6ª Inspetoria Regional de Controle Externo, por ter sido constatado no exame da documentação de receita e despesa do mês de dezembro de 2007 da prefeitura irregularidades em processo licitatório, com a contratação de um escritório de advocacia, tendo havido pagamento no valor de R$ 70 mil, para assessoria e propositura de demandas judiciais.

O contrato diz respeito a “serviços advocatícios visando à redução do encargo tributário de natureza previdenciária do município e a redução de todo passivo fiscal com a Previdência Social”.

Segundo a inspetoria, não foram atendidas as formalidades legais que a administração pública exige, pois tal contratação foi resultante de processo de inexigibilidade licitatória, prescrita no artigo 25, II, da Lei Federal nº 8.666/93.

Também houve irregularidade ao ser estipulada a cláusula “contrato de risco”, vinculada ao contrato de prestação de serviços jurídicos e pagamento em valor pré-definido através de desconto na cota mensal do ICMS, transgredindo o artigo 63, da Lei nº 4.320/64.

O ex-prefeito, em sua defesa, afirmou ter havido legalidade na contratação realizada, tendo em vista a necessidade de âmbito singular, especificando o relevante valor econômico, pelo serviço do profissional externo, especialista na matéria; que a não estipulação de honorários contratuais seria conduta incompatível com a advocacia, indo de encontro às normas contidas na Lei 8.906/1994.

Os documentos foram encaminhados à assessoria jurídica do TCM, que apontou diversas irregularidades no procedimento e confirmou a infringência à Lei de Licitações e Contratos.


TCM BA


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.