Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
Ladrão tenta assaltar moça e acaba sendo abusado sexualmente
 
Terça, 21 de Abril de 2009  
 

Você já deve ter visto muitos casos curiosos de roubo, mas certamente nenhum como esse. Uma cabeleireira da região russa de Kaluga é suspeita de manter um ladrão em cativeiro e abusar sexualmente dele durante dois dias, após uma tentativa frustrada de roubo.

Tudo começou na noite de 14 de março, quando Viktor, de 32 anos, resolveu invadir o salão de Olga, 28. Segundo o site Life, a moça, que treina artes marciais, fingiu que entregaria seu dinheiro quando surpreendeu Viktor desferindo um soco rápido em seu peito, fazendo-o cair no chão. Em seguida, usando um secador de cabelo, Olga amordaçou o bandido e o arrastou até uma sala reservada.

Curiosamente, segundo a matéria, Olga instruiu as outras funcionárias a continuarem trabalhando, dizendo que a polícia ia chegar em breve. Enfim, a polícia não foi chamada e Olga resolveu combater o crime de uma forma inusitada. A cabeleireira forçou o rapaz a tomar alguns comprimidos de Viagra e depois passou a abusar sexualmente dele por diversas vezes, durante dois dias.

Achou pouco? Depois de ser liberado, Viktor afirmou ao Life que sentia-se “espremido como um limão“. Urgentemente, o infeliz ladrão correu para um hospital, onde recebeu tratamento para curar as feridas genitais. Logo depois, apresentou uma denúncia contra a agressora por cometer “ações de natureza sexual”, que o machucaram demais.

Olga, além de também acusar o ladrão, afirmou que a história não foi tão ruim assim. “Sim, houve algumas vezes, mas eu também comprei um novo jeans para ele, comida, bebida e dei 1000 rubles (aproximadamente R$ 65 reais) quando ele saiu“.

Para terminar essa história insana, um agente de polícia declarou ao site: “Podemos colocar ambos atrás das grades: ele por roubo, ela por abuso sexual.”

Ig

 

 


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.