Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
Pesquisa mostra que 73% das brasileiras são sedentárias
 
Segunda, 06 de Abril de 2009  
 

Mesmo reconhecido por ser um dos países que mais valorizam a estética, o Brasil dedica pouca atenção à saúde das brasileiras. De acordo com os resultados de um estudo realizado pela SulAmérica Saúde no ano passado, dentre as 17 mil mulheres pesquisadas, 26% apresentaram o Índice de Massa Corpórea (IMC) nos níveis do sobrepeso e 10,8% foram classificadas como obesas.

Os quilos a mais podem ser resultado dos altos índices de sedentarismo entre as entrevistadas, já que a pesquisa revela que 73% das mulheres são sedentárias.

Há 20 anos à frente da Triathon Academia, a executiva Patrícia Castellar Pirozzi acompanha de perto a evolução do problema. "A falta de tempo é uma das ‘desculpas’ para justificar o sedentarismo e explicar o aumento de peso", detalha. Segundo Patrícia, o principal desafio é fazer com que a mulher entenda que a falta de atividade física traz riscos à saúde. "Mudar o estilo de vida é o maior desafio", diz Pirozzi, que lembra o número de pessoas que frequentam uma academia no Brasil: apenas 2%.

"O resultado disso é o aumento de doenças crônicas como a hipertensão arterial, a obesidade, a elevação do colesterol, o diabetes, a ansiedade, o enfarte do miocárdio", afirma a endocrinologista Ellen Simone Paiva, diretora do Citen, Centro Integrado de Terapia Nutricional. É claro que o aumento dessas doenças não está relacionado apenas à ausência de exercícios físicos, e, sim, ao estilo de vida contemporâneo. Entretanto, a prática de atividades físicas age de maneira preventiva. "O ideal é inserir a atividade física em quatro campos das atividades diárias: no trabalho, no lazer, nos trabalhos domésticos e no transporte, já que reduzem em 50% o risco dos males ligados ao sedentarismo."

Calculando o IMC

Para calcular o IMC basta dividir o peso em quilogramas pela altura ao quadrado (em metros). O total deve ser comparado aos valores da tabela de IMC. Por exemplo, se você pesa 60kg e mede 1,67m, deve utilizar a seguinte fórmula: 60 ÷1,67² = 60 ÷ 2,78. O IMC seria 21,5. Abaixo de 18,5, você está abaixo do peso ideal, entre 18,5 e 24,9 está em seu peso normal, entre 25,0 e 29,9 está com sobrepeso, entre 30,0 e 34,9 está com obesidade grau 1, entre 35,0 e 39,9 está no grau 2 e acima de 40 está no grau 3.

Primeiros passos

Pratique atividades físicas regularmente, sempre com supervisão médica; Realize exercícios físicos de intensidade moderada durante 40 a 60 minutos de três a cinco vezes por semana; Mantenha uma dieta saudável e rica de nutrientes e proteínas. Se possível, procure um nutricionista, que irá elaborar uma dieta para você.


 

 

 

Agência Estado


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.