Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2018
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Agência Sertão
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Deputada Ivana Bastos
Portal Alô Pilões
 
a a a
 
Guanambi - Nota de esclarecimento à população
 
Terça, 05 de Junho de 2018  
 

A Prefeitura de Guanambi vem através desta nota, esclarecer a população, sobre as diversas informações distorcidas e desprovidas de verdade que estão sendo utilizadas para promoção política, mais uma vez, em pleno ano eleitoral, tentando de forma vil, jogar a população contra a atual gestão e os seus pares.

1 – Não procede a informação da existência de contrato de concessão com a Embasa, sendo que foi autorizado a sua rescisão no ano de 2006, pela Lei nº 145, de 17/10/2006, pela Câmara de Vereadores, e rescindido no ano de 2008, através do Decreto 514, de 16/05/2008, não tendo, portanto, qualquer validade legal por mais de 12 anos, conforme vasta documentação oficial apresentada, inclusive, pelos próprios que distorcem e interpretam de forma imatura, o teor do documento;

2 – Não existindo vigência de contrato, não há, portanto, qualquer validade de cláusula de renovação automática, e mesmo que tivesse, a mesma seria inconstitucional, pois, a concessão pública de serviços de água e esgoto, existe obrigatoriedade legal de análise e aprovação por parte do Poder Legislativo;  

3 – É lamentável que um contrato sem qualquer validade legal, esteja sendo, mais uma vez, como foi na eleição passada, instrumento de jogo político em ano eleitoral, sendo interpretado ao bel-prazer, amedrontando a população, tentando jogar a mesma contra a atual gestão, criando um factoide de renovação automática;

4 – O Prefeito Jairo Magalhães é totalmente contra a atual taxa de esgotamento sanitário de 80%, que está sendo posta em prática, por força de decisão judicial, cujo mérito da ação, está prestes a ser analisado pela justiça local;

5 – O Prefeito Jairo Magalhães anseia que a justiça faça valer a Lei Municipal nº 990, de 17 de setembro de 2015, de autoria dos vereadores Carlos Jackson (Loló) e Hugo Costa, atual vice-prefeito, aprovada por unanimidade pela Câmara de Vereadores e sancionada pelo ex-prefeito Charles Fernandes, que delimita a taxa de esgotamento em 40%;

6 – O Prefeito Jairo Magalhães não reconhece os valores dos débitos levantados pela Embasa, o mesmo será instrumento de contestação, como feito por todos os gestores anteriores, sendo questionado e cobrado também os débitos que a empresa detém com o município;

7 – Por fim, em uma possível, ou não, concessão dos serviços para a Embasa, que será levado para apreciação da Câmara de Vereadores, o prefeito Jairo Magalhães concorda com a população e os edis, para que se faça valer a Lei Municipal 990/2015, que delimita em 40% a taxa de esgotamento, um maior investimento e contrapartidas na cidade, aumentando a cobertura de saneamento básico, além da melhoria da manutenção da rede de água e esgoto, e sua qualidade na prestação dos serviços junto à população.

Guanambi, 5 de junho de 2018

Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Guanambi


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.