Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2018
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Agência Sertão
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Deputada Ivana Bastos
Portal Alô Pilões
 
a a a
 
Deputada articula campanha educativa sobre lei que proíbe uso de papel térmico em comprovantes
 
Quarta, 23 de Maio de 2018  
 

Em audiência no Procon-BA na tarde desta terça-feira (22/05), a deputada Ivana Bastos articulou a realização de uma campanha educativa para divulgar a Lei No 13.1913/2015, que proíbe o uso de papel térmico na impressão de recibos, cupons fiscais e comprovantes bancários. A nova legislação é resultado da tramitação de um Projeto de Lei apresentado pela parlamentar na Assembleia Legislativa da Bahia e que já está valendo no estado.

Recebida pelo superintendente do Procon, Filipe Vieira, a deputada reforçou a importância de somar esforços em ações que protejam o consumidor. O papel térmico é usado atualmente por bancos e estabelecimentos comerciais e tem gerado muitos prejuízos ao consumidor já que é comum a perda de informação impressa no documento com o passar do tempo. “É comum a queixa do cidadão que recebe comprovantes de pagamento ou transações comerciais nesse tipo de papel e com o tempo as informações impressas nele somem, por conta da sua baixa durabilidade. Isso causa prejuízos ao consumidor e é isso que pretendemos evitar com a mudança do tipo de material utilizado nestes documentos”, explicou a deputada.

Durante a reunião, foi acordado que será feita uma campanha educativa para informar à população e aos estabelecimentos comerciais e bancários o teor da lei, que prevê multas para as instituições que não cumprirem o que determina a legislação. “A nossa missão é promover a conscientização sobre a importância de garantir o direito do consumidor, que é a parte mais frágil das transações comerciais. Mas também entendemos que é preciso que as instituições que trabalham com este tipo de documento possam viabilizar as mudanças necessárias para se adaptarem à lei, que muitas vezes dependem de outras instituições”, explicou o superintendente do Procon.

Também participaram da audiência o coordenador de Fiscalização do Procon, Alexandre Márcio Souza Santos, e a coordenadora de Postos de Atendimento do órgão, Adriana Menezes.

Lorena Vasconcelos / Jornalista (SRTE - 2646)


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.