Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
Tradição da Independência é mantida em Palmas de Monte Alto
 
Sexta, 08 de Setembro de 2017  
 

A tradição do Colégio Municipal Eliza Teixeira de Moura no desfile de 7 de Setembro se renova a cada ano. Na última quinta-feira não foi diferente. 1.107 estudantes do ensino médio percorreram várias ruas durante o ato cívico. Com uniformes, instrumentos musicais e passos marcados, os alunos contribuíram para manter vivas as comemorações da Independência do Brasil.

O desfile cívico foi dividido em cinco setores, que retratava um período da história do Brasil. O Primeiro: “Brasil, Meu Brasil Brasileiro”; Segundo Setor:” Brava Gente Brasileira”; Terceiro Setor: “Pinceladas Numa Aquarela Cultural”; Quarto Setor: “Brasil Teu Solo é Sagrado” e o Quinto Setor: “Pintando a Aquarela da Esperança Filarmônica”.

História do Desfile Cívico da Independência

O desfile do 7 de setembro em Palmas de Monte Alto, teve início na década de 50, com o objetivo de comemorar o Dia da Pátria e com isso atrair mais visitantes que vinham para a festa da Nossa Senhora Mãe de Deus e dos Homens, Padroeira da Cidade, no dia 08 de setembro.

O desfile de 7 de setembro começou nos últimos anos de 1950, apresentado pelo Grupo Escolar Marcelino Neves, primeiro prédio público desta cidade, inaugurado no dia 7 de setembro de 1948. Nós primeiros anos, a Escola comemorava-se o dia da Pátria com sessão solene e mais tarde desfile cívico.

Em 1959, chega ao Marcelino Neves, a professora Gildete Alcântara Rocha, como diretora daquela Escola e com ela começa um período de entusiasmo nas festividades e comemorações do Marcelino Neves, principalmente a do 7 de setembro. O desfile com alunos uniformizados, marchando pelas ruas da cidade cantando hinos cívicos e nas paradas, com declamações de poesias e discursos.

Em 1960, deu início aos desfiles cívicos alegóricos organizados por D. Gildete, alguns com encenações de fatos históricos em praça pública. Ela esteve na direção de Marcelino Neves durante 15 anos. Depois dela, vieram outras diretoras que ainda continuaram com este evento. No ano de 1965, é fundado o Ginásio D. Justino Russolillo, que deu continuidade aos desfiles nos anos seguintes com a participação do Marcelino Neves, até os anos de 1970.

Em 1978, foi fundado o Colégio Municipal Eliza Teixeira de Moura e até 1980 os dois colégios desfilaram no 7 de setembro. Após ser fechado o D. Justino, o Eliza Teixeira de Moura deu continuidade até nossos dias.

O desfile do 7 de setembro em Palmas de Monte Alto já é uma festa tradicional que atrai muitas pessoas para a cidade neste dia, tornando assim parte da cultura local, estando portanto registrado nas paginas da história desse município.

O tema do desfile hoje culmina com resultado de trabalhados realizados em sala de aula, com projetos educacionais durante o período da III unidade escolar do colégio.

Por: Folha do Vale 


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.