Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
MPF reuniu-se com lideranças de dez comunidades quilombolas em Bom Jesus da Lapa (BA)
 
Sexta, 24 de Março de 2017  
 

O Ministério Público Federal (MPF) em Bom Jesus da Lapa (BA) visitou nessa terça-feira, 21 de março, as comunidades quilombolas de Bebedouro e Araça-Cariacá, a 60km do município. O procurador da República Adnilson Gonçalves da Silva reuniu-se, acompanhado de representantes do município e da Justiça Federal, com líderes daquelas comunidades e de outras oito: Lagoa das Piranhas, Lagoa dos Peixes, Rio das Rãs, Barrinha, Fortaleza, Lagoa do Jacaré, Tomba e Fazenda Grande. A data marca o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial.

Na reunião realizada na comunidade de Bebedouro, os líderes quilombolas relataram dificuldades de acesso a água potável. Afirmaram que o “Programa Operação Carro-Pipa”, gerenciado pelo Exército, antes distribuía água em todas as casas da comunidade, mas, agora, existe apenas um ponto de abastecimento. Explicaram que isso dificulta o acesso, especialmente para os idosos e pessoas com deficiência. Também foram relatados conflitos com a estatal Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A. devido à construção da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), que passa no território reivindicado pela comunidade quilombola.

Durante o encontro em Araça-Cariacá, o procurador reuniu-se com cerca de 100 pessoas dos outros nove grupos quilombolas, que narraram dificuldades em transitar pela rodovia BA-160, utilizada para acessar suas comunidades. Segundo os relatos, são frequentes os acidentes fatais devido às más condições da via, há dificuldade em transportar a produção leiteira e, também, no deslocamento dos moradores até Bom Jesus da Lapa. Os moradores também mencionaram questões envolvendo a construção da Fiol e o avanço da mineração e da fronteira agrícola, além da retirada de água e areia do Rio São Francisco.

A partir da visita, o MPF oficiou o Comando Militar do Nordeste solicitando informações sobre os critérios do Programa Emergencial de Distribuição de Água Potável no Semiárido Brasileiro (Programa Operação Carro-Pipa), especialmente em relação à comunidade quilombola Bebedouro. O órgão encaminhou, ainda, o relato das comunidades à Promotoria de Justiça de Bom Jesus da Lapa, para a adoção de providências em relação às condições da rodovia BA-160.

Assessoria de Comunicação / Ministério Público Federal na Bahia


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.