Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
Uma mazela social que atende pelo nome de trabalho infantil e suas conseqüências
 
Quinta, 15 de Julho de 2010  
 

Chega – se ao novo milênio e com ele a intensificação de diversas mazelas sociais, dentre as quais se destaca o trabalho infantil. Ainda que ele seja proibido no Brasil, diversas crianças convivem com problemas ocasionados por esse mal, como, por exemplo, o fato de abandonar a escola para se dedicar ao trabalho.

Um dos fatores que ocasiona essa situação degradante é a péssima condição econômica de muitas famílias que se vêem obrigadas a mandar suas crianças para trabalhar em diversos ambientes a fim de complementar a renda familiar ou assumí – la totalmente. Atrelado a tal questão, diversos empregadores aproveitam – se dessa situação, submetendo diversas crianças a condições desumanas de trabalho. Essa exploração precoce além de extinguir o acesso à educação por conta da alta carga horária de trabalho, aniquila qualquer perspectiva de progresso futuro dessas crianças.

Um dos efeitos que pode ocorrer em função desse problema é o analfabetismo, que consiste num tipo de exclusão social. Atualmente, estamos inseridos na era da informação e do conhecimento, o que faz com que o saber seja considerado como um diferencial, na medida em que ele é produzido na mesma proporção que a riqueza material. Nessa perspectiva, a sociedade exige cada vez mais das pessoas uma constante especialização, para que elas estejam preparadas para as mais diversas mudanças que ocorrem no contexto atual do nosso país.

Contudo, a questão do trabalho infantil não se limita à questão econômica, mas também à indiferença da sociedade civil que não demonstra interesse por essa realidade. Em outras palavras, a sociedade não se mobiliza para cobrar das autoridades medidas eficazes para extinguir essa problemática.

Sendo assim, é necessário que os vários segmentos da sociedade mobíliem - se para cobrar dos governantes a erradicação da utilização dessa mão – de – obra ilegal. Dito de outra forma, o apoio da sociedade civil é primordial à implementação de programas para extinguir essa exploração pueril.

 

Silvio Profirio – Aluno do Curso de Letras da UFRPE
E-mail: silvio_profirio@yahoo.com.br


 
 
Untitled Document
 Comentários:
.1
Sexta, 16 de Julho de 2010 | 20:52  
RONALDO FREIRE - ronaldo_freire26@bol.com.br
Muito interessante. Muitas vezes nem percebemos a indiferença!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.