Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
A importância da expansão das universidades públicas para as cidades de interior
 
Quinta, 15 de Julho de 2010  
 

Nos últimos anos, a questão do ingresso às instituições públicas de ensino superior tem sido objeto de inúmeras discussões. Tal questão engloba diversos aspectos, como, por exemplo: o ingresso de estudantes oriundos de escolas públicas, a defasagem entre a qualidade do ensino público e privado. E, acima de tudo, a questão do espaço que, em muitos casos, limita esse acesso, pois diversas pessoas residem em cidades distantes onde não há oferta de cursos superiores. E, quando há, a quantidade de vagas não é suficiente para atender a todo o público.

Sabemos que o desejo de ingressar numa universidade pública mobiliza uma grande quantidade de pessoas todos os anos. Entretanto, nem todas conseguem realizar essa faceta, sobretudo as que residem em cidades de interior. Conscientes de seu papel na construção de uma sociedade mais justa e igualitária, as universidades públicas federais expandem – se para diversas cidades, a fim de propiciar uma formação qualificada a esses cidadãos.

Há vários anos, os jovens que residem em cidades interioranas seguem uma mesma rotina: terminam o ensino médio e não têm a oportunidade de ingressar no ensino superior. Os motivos que ocasionam essa situação são vários, tais como: a falta de condições de arcar com as despesas de uma universidade particular em suas respectivas cidades, de arcar com as despesas de estudar na capital ou em cidades próximas. E, principalmente, a não existência de universidades públicas em suas respectivas cidades.

No entanto, tal situação está mudando com a expansão das universidades públicas federais para diversas cidades de interior, por meio de cursos presenciais e a distância. Tal situação ocorre em diversos estados brasileiros. No estado de Pernambuco, por exemplo, são quatro as principais instituições públicas de ensino superior: IFPE, UFPE, UFRPE e UPE. Todas essas instituições, nos últimos anos, têm se expandido para diversas cidades interioranas. Outro exemplo que evidencia tal situação é o da UFPB, que possui cursos à distância em diversas cidades de interior da Paraíba e em outros estados, como, por exemplo: Bahia e Pernambuco.

Essa expansão tem como objetivo fornecer uma formação qualificada para o ingresso no mercado de trabalho e, acima de tudo, minimizar a exclusão ao ensino superior. Nessa perspectiva, essas instituições exercem um papel de fundamental importância na minimização da exclusão social, na medida em que ampliam sua atuação no interior dos mais diversos estados. Dessa forma, o acesso ao ensino superior nessas cidades representa a possibilidade de ascensão social, profissional e, sobretudo, a inclusão social.

 

Silvio Profirio da Silva – Aluno do Curso de Licenciatura em Letras da UFRPE
E-mail: silvio_profirio@yahoo.com.br

 


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.