Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
Procura-se empresas que queiram crescer
 
Terça, 15 de Junho de 2010  
 

Você já viu empresário desperdiçar dinheiro? Ou então perder uma oportunidade gratuita de divulgar a sua marca, ganhar novos consumidores e posicionar a sua empresa no mercado? Pois é, eu também não. Você sabia, no entanto, que em 2009 as empresas brasileiras deixaram de aproveitar R$2,5 bilhões para investir nelas mesmas? Parece mentira, mas não é.

A Receita Federal arrecadou pouco mais de R$84 bilhões com imposto de renda de pessoa jurídica no ano passado. É um tributo do qual as empresas não tem como fugir. Todavia, a maioria dos empresários talvez nem desconfie que eles possam pegar 4% daquilo que pagam ao Leão e direcionar para ações que vão divulgar a sua marca.

Isso significa que, sem colocar a mão no bolso – já que é um dinheiro que eles vão ter que gastar de qualquer jeito –, o empresário tem em suas mãos uma verba para investir no próprio empreendimento. E o curioso é que os benefícios não vão apenas para a as companhias, mas também para a sociedade. Com esses 4%, as empresas podem participar da Lei Rouanet, patrocinando iniciativas culturais.

O raciocínio é o seguinte: os empresários não gastam nenhum centavo, mas mesmo assim incentivam a cultura, patrocinam projetos que vão gerar empregos e movimentar a economia e ainda por cima divulgam a sua marca para um público em potencial. Por que alguém não iria querer participar? E olha que não precisa ser uma grande companhia para apoiar um projeto. Empresas de pequeno porte podem dar um grande passo rumo ao crescimento com essa iniciativa.

Nestes nove anos em que venho trabalhando como produtor cultural, tenho reuniões quase diárias com empresários, sempre em busca de mostrar os benefícios da Lei Rouanet e tirar do papel projetos culturais que tem um alcance potencial muito grande, sejam livros, filmes, espetáculos ou outras expressões artísticas. O que eu vejo, são empreendedores com receio de dar esse passo. O resultado é esse: o dinheiro vai direto para a Receita e R$2,5 bilhões deixam de voltar para as próprias empresas. Se contarmos os últimos cinco anos, foram R$9,6 bilhões “desperdiçados”. É muito dinheiro para não ser aproveitado!

A Lei Rouanet existe há 19 anos. Mesmo assim, a maior parte dos empreendedores desconhece os seus benefícios. Hoje não existe espaço no mercado para o empresário que se acomoda com o desempenho da sua companhia. Enquanto um tem receio, vários concorrentes estão vendo o retorno desse tipo de investimento. Se não fosse assim, as maiores empresas do Brasil não estariam patrocinando tantos projetos sem colocar a mão no bolso.

Portanto, procure uma iniciativa cultural interessante. Diariamente, o Ministério da Cultura aprova projetos. Basta entrar em contato com produtores culturais e com artistas da sua cidade. Incentive a arte, faça esse dinheiro movimentar a economia e se prepare para crescer.

 

Ricardo Trento - É consultor em marketing institucional, cultural e social e superintendente da UniCultura – Universidade Livre da Cultura em Curitiba


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.