Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
“O despertar da economia verde”
 
Quinta, 15 de Abril de 2010  
 

A mudança nas questões do emprego é rápida e os movimentos do meio ambiente e da sociedade do conhecimento definirão o futuro das profissões. A Economia Verde está transformando as relações do trabalho e milhões de empregos sustentáveis serão gerados no mundo, em virtude dos efeitos climáticos e pela própria necessidade de sobrevivência da Humanidade com bases ecologicamente mais corretas, na busca da eficiência energética, tecnologias inovadoras e ultrapassando os limites do conhecimento na excelência da melhoria de qualidade de vida das populações.         

Algumas ações começam a surgir no mercado verde, uma interessante é o 1º Concurso de Ideias e Projetos “Economia Verde”, iniciativa da Agência de Fomento Paulista e Nossa Caixa Desenvolvimento que pode ser consultado o edital no site: http://www.seminarioeconomiaverde.com.br/downloads/edital.pdf, do qual, premia pessoas físicas com prêmios de R$ 10 mil para o 1º lugar, R$ 7 mil para o 2º e R$ 3 mil para o 3º lugar e pessoas jurídicas os prêmios são de R$ 25 mil para o 1º, R$ 10 mil para o 2º e R$ 5 mil para o 3º colocado, para estimular práticas de inovação que contribuam para diminuir as emissões de gases de efeito estufa.          

Como toda inovação a área ambiental começa a ter alguns espaços específicos, entre eles o RH Verde, um dos primeiros de contratação na área da sustentabilidade é o http://www.ambienteenergia.com.br/2010/04/rh-verde-um-canal-de-empregos/         

Com o lançamento do INDE – Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais, portal Brasileiro de Dados Geospaciais – SIG Brasil, está disponível mais uma ferramenta de análise empresarial, as empresas privadas e públicas terão mais um instrumento para avaliar investimentos e provocar menores impactos ambientais. Esta ferramenta lançada oficialmente no dia 08 de abril de 2010, pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão já está em operação, fazem parte deste projeto a Comissão Nacional de Cartografia (CONCAR), o IBGE e a Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Podem participar: instituições governamentais, institutos, universidades, centros de pesquisa, empresas, associações da sociedade civil organizada e cidadãos.          

Vários projetos de economia solidária que respeitam o meio ambiente e a economia verde estão surgindo no Brasil. Podem também ser chamados nos meios de comunicação como economia social, socioeconomia solidária, humanoeconomia, economia popular e solidária, economia de proximidade, economia de comunhão e outras nomenclaturas.  São projetos práticos de relações econômicas e sociais que auxiliam populações localizadas, em sistemas de colaboração, inspirados em valores que respeitem a cultura, o meio ambiente e a qualidade de vida.           

A permacultura é um exemplo que têm mais de 10 mil praticantes e 220 professores trabalhando em tempo integral, que consiste em uma área de trabalho nova em que buscam sistemas de florestas produtivos para substituir culturas como à soja, trigo e milho responsável por parte do desmatamento mundial, imitando e observando florestas naturais, foi detectado ser possível criar sistemas produtivos, com certa estabilidade e ainda recuperar o ecossistema. Outras informações podem ser obtidas no site http://www.cca.ufsc.br/permacultura/         

Outro exemplo de sucesso é o IPEPS – Incubadora Pública de Economia Popular e Solidária da Prefeitura de Santo André – SP, que dá suporte a 15 empreendimentos solidários de cooperativas das áreas têxteis, de alimentação, reciclagem de lixo e outras. Eles anunciaram a implantação de mais três projetos de curto prazo: “Formação de cuidadores de idosos”, “Adote um Empreendimento” e protocolo de incubação e desincubação de empreendimentos solidários. São boas práticas para áreas urbanas.           

Existe no Brasil a Secretaria Nacional de Economia Solidária que pode ser consultada no site: http://www.mte.gov.br/institucional/quem_e_quem_snes.asp, lá existem inúmeras ações de prospecção como o Projeto TERRA SOL.          

Como vemos a Economia Verde começa a despertar a atenção. Bom para todos.

 

Welinton dos Santos - É Economista e Psicopedagogo, Membro da Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura, Delegado de Economia de Caçapava, Ex-Coordenador do Projeto URB-AL - União Européia e América Latina - rede 7, Palecistra, conferencista nacional, Colaborador de Projetos Sociais, dentre outros.


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.