Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2010
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Blog Tiago Marques
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Portal Pindai
Portal Montes Claros
 
a a a
 
“Transparência da Gestão Pública”
 
Quarta, 10 de Mar�o de 2010  
 

Falta no Brasil muita transparência na gestão pública, o país é referência mundial na área de economia, em algumas ações de saúde, no convívio das diferenças sociais e na democracia política.
          
Mas como melhorar a Gestão Pública Municipal? Primeiro educando melhor a sociedade e treinando todos os servidores públicos municipais, deixando claro que eles estão ali para servir a sociedade; segundo a necessidade dos vereadores passarem por processos de orientação sobre ações e gestão pública organizada, para que te fato melhorias na intervenção pública municipal consigam atingir seus objetivos que é atender a municipalidade, o Ministério das Cidades disponibiliza cartilhas e orientações da gestão pública que precisam ser consultados pelos vereadores municipais, para ter uma base dentro de parâmetros legais e possíveis da realidade regional brasileira; terceiro, os prefeitos precisam mostrar os objetivos políticos de auxílio à população dentro de uma realidade clara e real do que propõem a realizar; baseado na execução de 3 Leis norteadoras do Plano Plurianual (PPA) , as diretrizes orçamentárias (LDO), orçamento anual (LOA). Quarto, criar mecanismos de avaliação da qualidade de prestação de serviços da gestão pública; quinto, dar transparência de tudo que os vereadores e prefeitos de fato estão realizando, não importa o tamanho da ação, mas sim o conjunto de ações que modificam a sociedade, mostrando a seriedade de seu mandato público e respeito aos recursos públicos municipais. Sexto e mais importante contratar profissional capacitado, geralmente profissionais da área de projetos e desenvolvimento econômico (economistas) para desenvolverem ações estratégicas de ação pública e desenvolvimento das localidades municipais, dentre estas atividades estão ações do próprio ministério das cidades como: programas de habitação (urbanização, regularização, integração de assentamentos precários, provisão de habitação social, pró-moradia, cartas de créditos associativos, PAR – arrendamento residencial, crédito solidário, apoio à produção, qualidade e produtividade do habitat, elaboração de planos locais de interesse social), programas urbanos (prevenção e redução de riscos, plano diretor participativo, reabilitação de áreas urbanas) programas de saneamento (serviços de água e esgoto, resíduos sólidos urbanos – lixo, drenagem urbana, obras de infra-estrutura, programa de modernização do Setor de Saneamento – PMSS – PASS/BID) programas de transportes (mobilidade urbana, pró-transporte, PROMOB – infra-estrutura para a mobilidade urbana), programas nacionais de capacitação municipal, dentre outros. Arranjos produtivos locais – APL’s através de outros órgãos públicos, privados e autarquias, entre inúmeras alternativas.  
         
Uma boa alternativa de transparência pública é colocar à disponibilidade as leis municipais em algum site de fácil acesso a população, peça para que prefeitos e vereadores disponibilizem este acesso, como tantas cidades disponibilizaram no site www.leismunicipais.com.br, mostrado de forma clara e eficiente. Este site serve também para fonte de consulta e auxílio aos legisladores municipais.
          
Lutar pela transparência pública é um direito de todo munícipe.

 

Welinton dos Santos - É Economista e Psicopedagogo, Membro da Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura, Delegado de Economia de Caçapava, Ex-Coordenador do Projeto URB-AL - União Européia e América Latina - rede 7, Palecistra, conferencista nacional, Colaborador de Projetos Sociais, dentre outros.

 


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.